BrasilDestaquesDestinos

Ilha Grande: O que fazer

Planejando uma viagem a Ilha Grande e não sabe o que fazer neste Parque Ecológico? Então siga nossas dicas.

A Ilha Grande é a maior ilha da baia de Angra dos Reis, na Costa Verde do Estado do Rio de Janeiro. Sua localização torna suas praias tranquilas e seguras para ancoragem de embarcações.

A ilha é um dos principais pontos de ecoturismo do país, com unidades de conservação ambiental da mata atlântica e da vida marinha. Contudo, possui 16 trilhas mapeadas que, em diferentes níveis de dificuldade, passam por rios, cachoeiras, praias além de algumas ruínas testemunhas do passado: o aqueduto, as ruínas do Lazareto, o presídio abandonado…

Além disso, os passeios de barco são uma ótima opção para os que querem relaxar e não se aventuram na prática de esportes terrestres ou náuticos.

Mas apesar do apelo aventureiro, a ilha possui boa infraestrutura com pousadas, comércio, bares e restaurantes.

Quando estiver na Ilha Grande, desligue-se do resto do mundo, aproveite a natureza. Mas um aviso, só use o celular para fotografar e, eventualmente, olhar o relógio para não perder o horário do próximo barco.

Passeio por Ilha Grande através de nossas fotos:

O que fazer em Ilha Grande:

  • Cachoeira da Feiticeira
  • Igreja de são Sebastião
  • Mergulho Autônomo e/ou snorkel
  • Passear de barco e/ou escuna
  • Surf e/ou Standup Paddle
  • Vila do Abraão
  • Trilha 01 (T01 – Circuito do Abraão / Distância: 2km / Tempo: 1h / Nível: Leve / Altitude máxima: 50m): possui trechos em aclive para o mirante da Praia Preta e para uma piscina natural, também conhecida como Poção. Atrativos da trilha:
    • Mirante da Praia Preta
    • Mirante do Aqueduto
    • Poção
    • Aqueduto
    • Ruínas do Lazareto
    • Praia Preta
  • Principais Praias:
    • Abraão
    • Araçatiba
    • Aventureiro
    • Bananal
    • Caxadaço
    • Dois Rios
    • Lagoa Azul
    • Lagoa Verde
    • Lopes Mendes
    • Praia Preta
    • Provetá
    • Saco do Céu
    • Sítio Forte

O que fazer em Ilha Grande: uma experiência de 2 dias

Se você chegar em Ilha Grande pela manhã, utilizando a lancha rápida, aproveite o dia nas praias de perto: Praia da Bica, Praia do Abraãozinho e Praia do Morcego.

Deixe a tarde para percorrer os 2 quilômetros da pequena Trilha Circuito do Abraão.

Dia 01: Praia de Lopes Mendes

Pegue um barco até a Praia do Pouso para iniciar a trilha para a Praia de Lopes Mendes.

Embora a trilha seja arborizada, leve água e lanche na mochila pois nem sempre existe a possibilidade de comprar na praia.

Deixe a tarde para explorar o centrinho da Vila do Abraão.

Dia 02: Passeio de Barco

Impossível ir a Ilha Grande e não fazer um passeio de barco. Por isso, separe um dia para aproveitar as águas calmas e transparentes da baía da Ilha Grande. Apenas aconselhamos que você contrate um passeio cujo roteiro inclua a Lagoa Azul, Japariz e Saco do Céu.

Análise de nossa experiência

Nós passamos 2 dias aproveitando praias e trilhas deste Parque Ecológico.

Aliás, como ficaríamos pouco tempo, escolhemos nos hospedar na Vila do Abraão.

Como chegar na Ilha Grande:

  • Avião: Os Aeroportos do Rio de Janeiro (Santos Dumont e Internacional Antônio Carlos Jobim) e de são Paulo (Internacional de Guarulhos e Congonhas) são os mais próximos.
  • Ônibus: Existem linhas de ônibus intermunicipais e interestaduais que param em Angra dos Reis, Mangaratiba e Conceição do Jacareí.
  • Barca: Um serviço de barca liga diariamente a Vila do Abraão (Ilha Grande) com Angra dos Reis e Mangaratiba, no continente. Informações no site: http://www.grupoccr.com.br/barcas/linhas-horarios-tarifas.
  • Lancha: De Conceição do Jacareí, partem lanchas rápidas que fazem a travessia em 15 minutos.

Onde se hospedar na Ilha Grande

Nós escolhemos a Pousada Mar Azul, na Vila do Abraão pela facilidade de transporte, por ficar de frente para a praia e pela localização próxima ao ancoradouro.



Booking.com

Informações e Curiosidades

  • Vila do Abraão: Além do ancoradouro, a vila concentra a maior parte da infraestrutura da ilha. Embora algumas pequenas comunidades como a Praia Grande, a Enseada do Bananal e a Praia do Japariz também possuam alguma infraestrutura turística.
  • Transporte: Na ilha não circulam carros; porém existe o serviço de táxi-boat uma vez que as praias são acessadas através de trilhas ou barco.
  • Carregadores: quem não desejar carregar a bagagem, pode contratar o serviço de carregadores que, usando carrinhos de mão, levam as bagagens do píer até as pousadas.
  • Tráfico Negreiro: O comércio de escravos para trabalhar nas lavouras de cana-de-açúcar e café fizeram do lugar uma das principais rotas do tráfico de escravos até a abolição da escravatura.
  • Dom Pedro II: Em 1863, o imperador fez sua primeira visita à ilha Grande, onde comprou a Fazenda do Holandês.
  • Lazareto: A instituição que servia de centro de triagem e de quarentena para os passageiros enfermos que chegavam ao Brasil, atendeu a mais de 4.000 embarcações de 1886 a 1913. Porém também serviu de presídio político durante os primeiros anos da República, quando foi criada a colônia agrícola correcional de Dois Rios.
  • Unidades de Conservação Ambiental: A ilha possui várias unidades de conservação ambiental, como o Parque Estadual da Ilha Grande, o Parque Estadual Marinho do Aventureiro, a área de Proteção Ambiental de Tamoios e a Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul (para pesquisadores e pessoas autorizadas pelo INEA).
  • Pico do Papagaio: A trilha que leva ao Pico do Papagaio (a 982 metros de altitude) é a que requer mais preparo e experiência devendo ser percorrida com um guia.

Reservas Parceiras:

Se você gosta de nosso conteúdo, marque-nos como um de seus favoritos, divulgue nossos textos em suas redes sociais e faça suas reservas através de nosso site. Assim, você nos incentiva a continuar produzindo conteúdos de qualidade.