Paros: O que fazer em 4 dias

Está planejando uma ida à Grécia e quer inserir uma ilha no seu roteiro? Que tal ficar em uma das maiores ilhas do arquipélago das Cíclades? Pois nós contamos o que fazer em Paros, uma ilha grega para você chamar de sua. Mas que acaba sendo ofuscada pelas famosas Santorini e Mikonos.

Porém, Paros é destino certo para o viajante que deseja tranquilidade.

Se na antiguidade a ilha era famosa por seu mármore de fina consistência desejado por escultores, hoje, embora as pedreiras continuem abertas a visitação, o que atrai os viajantes a Paros são suas praias de águas cristalinas.

A ilha supera o tradicional cenário com casas brancas e igrejinhas com domos azuis. Pois acrescenta uma fortaleza em estilo veneziano, uma igreja histórica e uma trilha bizantina.

No entanto, nem só de praia vive a ilha. Uma vez que devido a seu terreno montanhoso, os vilarejos mais centrais ficam no alto da montanha. Essa mescla de praia e montanha torna Paros perfeita para quem deseja vivenciar um pouco do estilo de vida de uma ilha grega com diversidade de cenários e experiências.

Quando estiver em Paros, adote o “Siga-Siga” (devagar) como lema e, sem pressa, busque a praia mais perfeita. Porém, suba as montanhas para andar por trilhas bizantinas, admire o pôr do sol numa fortaleza veneziana.

O que fazer em Paros – Principais atrações:

Nos vilarejos:

  • Parikía: a capital da ilha, possui casas brancas e mansões neoclássicas bem como algumas outras atrações.
    • Kastro: As ruínas do castelo veneziano do século 13, erguem-se numa colina de frente para o mar.
    • Panayia Ekatontapyliani: A Igreja dos 100 portões (“Ekató Pýles” em grego), embora um deles seja secreto. Data do século VI d.C.
    • Museu Bizantino: Localizado no térreo da igreja, possui acervo com imagens esculpidas em madeira e outras heranças religiosas.
    • Museu Arqueológico: Exibe monumentos da ilha como o Santuário de Asklipios e Pythios Apollonas, Delion etc.
  • Náoussa: O mais cosmopolita dos vilarejos, guarda as ruínas de uma fortaleza veneziana em seu pequeno porto.
Placa indicativa em Lefkes, Paros
Placa indicativa em Lefkes
  • Léfkes: É o vilarejo localizado no ponto mais alto da ilha. Não só apresenta construções com arquiteturas cíclade e neoclássica, como também abriga o Museu da Cultura Folclórica do Egeu. Um local onde pode-se aprender sobre a cultura do arquipélago através de peças de arquitetura, comércio e geologia.
  • Márpissa: Fundada no século XV. Está localizada em uma colina próxima às praias de Loyarás e Písso Livádi. Por conseguinte seus atrativos são as igrejas bizantinas, casas do século XVII e pitorescos moinhos de vento.
  • Maráthi: A área das pedreiras de onde o mármore costumava ser extraído desde o terceiro milênio a.C. até o século XIX. Por isso seu atrativo é a visitação as galerias de mineração.
  • Petaloúdes: Devido a rica vegetação (plátanos, loureiros, oliveiras selvagens e alfarrobeiras) e água corrente, seu destaque é a natureza. Pois, o vilarejo é habitat da borboleta Panaxia quadripunstaria

As Trilhas:

  • Trilha Bizantina Léfkes-Pródromos: A trilha passa por encostas cultivadas e uma pequena ponte bizantina. É pavimentada com pedra mármore a maior parte do caminho. O destino final é a vila de Pródromos, com suas impressionantes vielas labirínticas. Duração: 1 hora.
  • Márpissa-Kéfalos: Uma caminhada em direção ao Monte Kéfalos e o Mosteiro de Áyios Antónios. Subindo o caminho de pedras, encontram-se as ruínas da cidade veneziana de Kéfalos e do Castelo do século XV. No topo visite o Mosteiro de Áyios Antónios, datado do século XVII.

O que fazer em Paros: Uma experiência de 4 dias

A ilha é grande, por isso sugerimos o aluguel de uma scooter para transitar sem preocupação com estacionamentos.

dia 01: Praia Santa Maria, Praia Anargyroi, Vilarejo Marpissa e Praia de Parasporos

Use seu primeiro dia para começar a entender a ilha: sua malha rodoviária, o posicionamento dos vilarejos, as distâncias entre eles…

Devidamente motorizados com a scooter, vá até Santa Maria, uma praia de areia fina, águas tranquilas e cristalinas a 15 km de Paríkia, na direção do Vilarejo Náoussa.

Durante esse curto percurso você aprenderá que, embora em alguns momentos o mar fique grudadinho na estrada convidando (e facilitando) a um mergulho, nem sempre os caminhos são pavimentados. Assim como nem sempre seguem à beira mar ou interligam praias contíguas.

Chegando em Santa Maria, há uma área com espreguiçadeiras e guarda-sóis. Aproveite dar um mergulho e relaxar um pouco.

Seguindo, saia do litoral e suba 14 km pelas colinas, para ver as antigas áreas de extração de mármore, em Marpissa.

Ao retornar ao litoral, pegue a direção de Parikia e seguimos até a praia de Parasporos.

No entardecer, vá até a praia Krios, para o por-do-sol.

dia 02: Antíparos (uma pequena ilha ao lado de Paros)

Visto que você estará mais ambientado com a ilha, vá até o embarcadouro de Pounta (a 8,5 km de Paríkia) e pegue uma barcaça para atravessar para Antiparos (levando a scooter). Seu objetivo principal será encontrar o vilarejo Agio Giorgio, uma aldeia pesqueira. A travessia de barco dura em torno de 10 minutos.

Fortaleza Veneziana em Naussa, Paros
Fortaleza Veneziana em Naussa

Ao desembarcar em Antíparos, pare por algumas praias pelo caminho até chegar ao vilarejo. Agio Giorgio tem uma praia abrigada de onde partem passeios de barco e onde você verá uma curiosidade gastronômica: peixes e polvos pendurados no varal para secar.

Após retornar a Paros, aproveite o entardecer no Vilarejo Náoussa. Ande pelas ruelas labirínticas com lojas e restaurantes. Se você tover sorte, verá os pescadores consertando suas redes e ainda será brindado com um pôr do sol em um cenário de tirar o fôlego.

dia 03: Lefkes, Tsoukalia, Piso Livadi

Mais um dia em busca da praia mais perfeita.

Porém, antes do sol esquentar muito, vá a Léfkes, uma aldeia a 11 km de Paríkia. Pois, localizada no ponto mais alto da ilha, a agradável aldeia é o início da trilha bizantina que conduz a Pródromos.

Posteriormente, retorne ao litoral, dirigindo 7 km até Tsoukalia, uma praia de águas calmas e transparentes que mais parece uma lagoa. Desfrute pelo tempo que desejar. Porém, a falta de estrutura estimilará sua ida até Piso Livadi. Uma vez que Piso Livadi é um vilarejo em uma pequena enseada abrigada, com bares e restaurantes de frente para uma bela praia.

Aproveite o entardecer em Parikia, e veja o pôr do sol no Kastro.

dia 04: Piso Alyki

Em seu último dia em Paros, você. já terá rodado quase toda a ilha subindo e descendo morros com a scooter. Mas ainda falta um pedacinho a explorar. Mais uma praia para sua pesquisa sobre a praia mais perfeita.

Por isso, dirija 14 km, na direção de Pounta, para chegar a Piso Alyki, um vilarejo com numa praia rasa de águas azuis sombreada por árvores e costeada por bares e restaurantes.

Será seu último pôr do sol na ilha. Por isso, escolha um lugar especial e aproveite.

Como chegar em Paros:

  • Paros é conectada a outras cidades gregas não apenas através de seu porto, como também através de seu aeroporto. Porém, a periodicidade dos transportes é alterada de acordo com a época do ano. Para mais informações, visite:
    • Barco: As companhias Blue Star Ferries e Seajets interligam Paros a outras ilhas e a Atenas. Dessa forma, nós embarcamos no Porto de Pireu, em Atenas, e chegamos na ilha após 4 horas de navegação tranquila. Uma vez que consideramos a praticidade do serviço, também navegamos de Paros a Santorini.
    • Avião: A companhia Aegean Airlines faz a ligação da ilha com Atenas.
  • Antiparos: A travessia Paros-Antiparos acontece a cada 30 minutos e dura 07 minutos, já que parte do porto de Pounta, ponto mais próximo de Antiparos.

Onde hospedar-se em Paros:

Nós escolhemos o Alexandra’s Rooms, pois está localizado de frente para a praia de Livadia e próximo ao centrinho de Paríkia.



Booking.com

Informações e Curiosidades

  • Mármore: O mármore de Paros deu forma a importantes obras de arte. Uma vez que tanto a Vênus de Milo; quanto o templo de Atena Nike, assim como no templo de Apolo, em Delfos, utilizam mármore que foi extraído de Paros.
  • Aluguel de Scooter: É necessário possuir habilitação para guiar motocicleta.

Reservas Parceiras:

Se você gosta de nosso conteúdo, marque-nos como um de seus favoritos e divulgue nossos textos nas redes sociais. Mas, sobretudo, faça suas reservas através de nosso site. Assim, você nos incentiva a continuar produzindo conteúdos de qualidade.



Booking.com