Aguas Calientes: Machu Picchu Pueblo

Aguas Calientes, o povoado às margens do rio Urubamba em meio a uma reserva nacional, é conhecido internacionalmente por causa das ruínas de Machu Picchu.

Com toda certeza, o povoado recebeu seu nome devido a temperatura das águas termais existentes em uma de suas montanhas.

Rio Urubamba em Aguas Calientes
Rio Urubamba

Mas é conhecido como Macchu Picchu Pueblo. Afinal, o povoado está junto ao Parque Nacional de Machu Picchu. Além de abrigar a estação ferroviária utilizada por quem deseja visitar a “Cidade Perdida dos Incas”.

Apesar de possuir monumentos para lembrar da cultura incaica, Aguas Calientes é um lugar moderno. Mas de crescimento desordenado. De fato, é repleto de hospedagens, restaurantes e comércio para turistas. Afinal, tudo gira em torno da principal atração: o Santuário Histórico e Natural de Machu Picchu .

Pois o Parque Nacional é considerado um santuário histórico. Uma vez que abriga o sítio arqueológico de Machu Picchu, trilhas inca e algumas construções (inca e pré-inca). No entanto, é considerado um santuário natural por sua biosfera. Já que as florestas verdes e montanhas abrigam animais e plantas que não existem em nenhum outro lugar.

Quando for a Machu Picchu, tente parar em Aguas Calientes para aproveitar as águas termais e o visual verde do vale.

O que fazer em Aguas Calientes – Principais atrações:

  • Banhos termais
  • Sítio Arqueológico de Machu Picchu
  • Trilhas
  • Borboletário de Machu Picchu (a 1,1 km do povoado)

O que fazer em Aguas Calientes: Uma experiência de 01 dia

Templo do Condor em Machu Picchu
Templo do Condor – Machu Picchu

Se você dormir em Aguas Calientes, aproveite para visitar o Sítio Arqueológico de Machu Picchu nas primeiras horas da manhã. Pois o local fica mais vazio antes da chegada dos grupos vindos de Cusco.

Porém, com as regras de visitação com hora marcada, o Sítio Arqueológico de Machu Picchu está com um número de pessoas mais controlado.

No entanto, vá para a fila do micro-ônibus uma hora antes do horário marcado para sua visitação. Pois do ponto do ônibus até o sítio arqueológico de Machu Picchu são aproximadamente 25 minutos de viagem (em subida).

A visita dura, aproximadamente, 3 horas. Mas são momentos tão agradáveis que você nem sentirá o tempo passar.

Pois, você se surpreenderá tanto com os grandes blocos de pedra cortados com precisão quanto com as sofisticadas muralhas e terraços agrícolas. Verá templos e construções alinhadas pelo posicionamento dos astros. Certamente se impressionará com a engenharia utilizada nos canais de condução de água. Bem como com a simetria das portas e janelas.

Além disso, você terá uma bela vista panorâmica.

Ao sair do Sítio Arqueológico, aproveite o centrinho de Aguas Calientes.

Como chegar em Aguas Calientes (Machu Picchu Pueblo):

  • Avião: O Aeroporto Internacional Alejandro Velasco Astete, em Cusco é o mais próximo. Nós voamos para Lima através da empresa VIVA AIR.
  • Ônibus: De Cusco, na Calle Pavitos saem os ônibus que chegam à praça principal de Ollantaytambo. A partir de Ollantaytambo o viajante tem a opção de seguir por trem ou trilha.
  • Trem: As empresas InkaRail e PeruRail oferecem serviço de trem turístico até Águas Calientes. Mas só pode embarcar com uma mochila pequena. Dessa forma, a mala grande deve ficar no guarda-volumes do hotel ou no guarda-volume oferecido tanto pela Inca Rail quanto pela PeruRail.
    • Cusco: Das Estações San Pedro (Centro de Cusco) e Poroy (nos arredores de Cusco) os trens levam em torno de 2h50 e 3h50 para percorrer o trajeto até Aguas Calientes (Machu Picchu Pueblo).
    • Ollantaytambo: Da Estação Ollantaytambo os trens levam em torno de 1h30 para percorrer o trajeto até Águas Calientes (Machu Picchu Pueblo). Existe maior oferta de horários.  Nós fizemos o percurso de trem Ollantaytambo – Aguas Calientes através da empresa PeruRail.
  • Trilha:
    • Trilha Inca: Com início nas proximidades de Ollantaytambo, a trilha é percorrida em 4 dias. É necessária a contratação de serviço de uma agência turística.
    • Trilha Hidro Electrica: A trilha inicia nas proximidades da Estação Hidro Elétrica. Embora seja percorrida em algumas horas, deve-se contratar uma agência turística.

Como chegar no Sítio Arqueológico de Machu Picchu:

  • Caminhada: Gasta-se, aproximadamente, 01:30 horas para percorrer 8km em aclive.
  • Micro-ônibus: Levam ao Santuário de Machu Picchu num percurso de 25 minutos a partir de Aguas Calientes. Começam a transitar às 5h30 e as passagens podem ser adquiridas no site da Consettur

Onde comprar as entradas para Machu Picchu:

A entrada para o Sítio Arqueológico deve ser adquirida, com antecedência, no site governamental de Machu Picchu. Assim como a entrada para trilhas nas montanhas Machu Picchu e Wayna Picchu.

Onde se hospedar em Aguas Calientes:

Nós escolhemos o Mapi Gardens B&B que fica em frente a estação de trem e próximo ao ponto do micro-ônibus. Embora não tenha elevador.



Booking.com

Informações e Curiosidades:

  • Etimologia: Machu Picchu, em quéchua, significa montanha velha.
  • Construção: Segundo historiadores, o Inca Pachacutec construiu o complexo arquitetônico no século XV.
  • Reconstrução: Apenas cerca de 30% de Machu Picchu é construção original.
  • Cidade Perdida dos Incas: Em 1911, o professor da Universidade de Yale Hiram Bingham, redescobriu e apresentou Machu Picchu ao mundo. Da mesma forma que a alcunha “Cidade Perdida dos Incas” é o título de seu primeiro livro.
  • National Geographic: Em 1913, uma publicação especial da National Geographic registrou a expedição de Hiram Bingham.
  • Bastões de Caminhada: Na visita ao sítio arqueológico deve-se usar calçados com sola de borracha. Assim como os bastões de trekking devem ter ponta de borracha.

Reservas Parceiras:

Se você gosta de nosso conteúdo, marque-nos como um de seus favoritos e divulgue nossos textos nas redes sociais. Mas, sobretudo, faça suas reservas através de nosso site. Assim, você nos incentiva a continuar produzindo conteúdos de qualidade.