Rodes: O que fazer em 2 dias

Na hora de planejar o que fazer em Rodes, tenha em mente que essa ilha grega do arquipélago Dodecaneso fica estrategicamente entre 2 antigas rotas marítimas.

Por certo, foi essa posição estratégica que fez da ilha um dos centros marítimos e comerciais mais importantes do Mediterrâneo Oriental.

Porém, foram as ocupações por diferentes culturas (como os Cavaleiros da Ordem de São João, os turcos e os italianos) que criaram riqueza cultural. Como resultado, a Cidade Velha de Rodes é um mosaico de diferentes culturas e civilizações onde elementos góticos coexistem com a arquitetura otomana.

De fato, a Cidade Velha é uma das maiores cidades medievais da Europa. Mas, mesmo assim, do lado de fora de suas muralhas encontram-se algumas pérolas como o antigo porto, as construções em estilo veneziano e neoclássico e, praias encantadoras.

Além do que, na Colina de Santo Estevão, encontra-se a Acrópole de Rodes. As ruínas do centro de culto, educação e recreação de tempos antigos.

Assim, saiba que ilha de Rodes é, sem dúvida, destino para quem gosta não só de arquitetura, história e arqueologia, mas também de praia e esportes náuticos.

O que fazer em Rodes – Principais atrações:

Na Cidade Medieval:

  • Catedral Metropolitana Ortodoxa
  • Palácio do Grão-Mestre: O museu está em uma fortaleza bizantina construída no final do século 7 d.C. No entanto, no século XIV, foi convertida em residência do Grão-Mestre dos Cavaleiros da Ordem de São João e na sede administrativa de seu estado.
  • Rua dos Cavaleiros: É uma das ruas medievais mais bem preservadas da Europa;
  • Praça dos Museus: Local do Hospital dos Cavaleiros (Museu Arqueológico) e da Igreja de Nossa Senhora do Castelo (Museu Bizantino).
  • Rua Polidorou: Conduz a uma praça com cafés e restaurantes ao ar livre.
  • Rua Sokratous: Interliga o porto até a Mesquita de Suleiman, o Magnífico.
  • “Bairro Turco”: Área da cidade onde encontram-se a Praça Arionos, a Mesquita Mustafa Pasha e o Yeni Hammam, um banho turco do século XVI.

Fora das Muralhas:

  • Mandráki: No porto antigo estão 3 moinhos de vento bem como as fortificações no final do cais.
  • Teatro Nacional
  • Igreja Evangelismos (Igreja da Anunciação)
  • Câmara Municipal
  • Prefeitura do Dodecaneso: O antigo Palácio do Governador
  • Grande Albergo delle Rose: Abriga um cassino
  • Aquário de Rodes;
  • Parque Rodíni: Um vale verde com águas correntes, pequenas pontes e pavões.
  • Vale das Borboletas.

Vilarejos e suas praias:

  • Faliraki
  • Tsambica
  • Lindos

O que fazer em Rodes: Uma experiência de 02 dias

A ilha é grande, por isso, para ter mobilidade sem grandes preocupações com estacionamento, alugue uma scooter.

Devido ao tamanho da ilha, o roteiro foi dividido da seguinte forma: 01 dia para a Cidade Velha e seu entorno e 01 dia para explorar as praias até a cidade de Lindos.

Dia 01: Acrópole de Rodes e litoral (Faliraki, Tsambika e Lindos)

Devidamente motorizado com uma scooter, vá até Saint Stefanos Hill (Colina de Santo Estevão) visitar a Acrópole de Rodes e ver as ruínas do Templo de Apolo, o estádio helenístico e o ginásio.

Praia de Lindos com a Acrópole, Rodes
Praia de Lindos com a Acrópole

Em seguida, guie pelo litoral, na direção de Lindos, parando em alguns balneários e praias.

Sua primeira parada pode ser em Faliraki. Uma praia bem comercial e de areia escura. Permaneça apenas o tempo necessário para alongar e tirar umas fotos.

Siga para Tsambika uma praia mais vazia, com atividades aquáticas e bares a beira-mar. Após alguns mergulhos e um tempo relaxando sob o sol abandone esse pedacinho do paraíso e prossiga até Lindos.

Com toda certeza, Lindos faz jus ao nome! Uma vez que sua pequena praia de águas tranquilas e transparentes com o visual da Acrópole é de fazer perder o fôlego.

Saiba que o percurso para subir até a Acrópole de Lindos só pode ser feito a pé. Por isso, não se sinta culpado se resolver ficar apenas na praia, aproveitando o cenário perfeito.

Dia 02: Cidade Medieval e Cidade Nova

O segundo dia em Rodes será sem banhos de mar. Porém, caso você ainda esteja de scooter, aproveite para rodar o que puder sem cansar-se.

Visite a região de Mandráki, o porto antigo com seus moinhos e as fortificações. Já que você estrá no porto, aproveite para fotografar as colunas com os cervos.

Logo depois, nas proximidades, veja as construções com influências neoclássicas e venezianas da Cidade Nova.

Rua dentro das muralhas de Rodes
Rua dentro das muralhas

Se acaso você desejar conhecer a praia de Elli, saiba que ela está bem próxima.

Retornando a Cidade Medieval, saiba que existem praças e áreas arborizadas do lado de dentro das muralhas. Por isso, aproveite para caminhar e se encantar com as várias facetas da Cidade Medieval.

Assim, desse jeito pouco ortodoxo, você explorará a ilha e construirá suas impressões em meio a banhos de mar e caminhadas por lugares que fizeram história.

Como Chegar em Rodes:

Rodes é conectada a outras cidades tanto através de seu porto quanto através de seu aeroporto. A periodicidade dos transportes é alterada de acordo com a época do ano.

Translado:

Existe uma linha de ônibus que liga o aeroporto até um terminal rodoviário próximo a Cidade Velha. No entanto, optamos pela comodidade de um táxi que nos levou até dentro das muralhas.

Onde se hospedar em Rodes:

Escolhemos o hotel Casa de La Sera que, embora seja bem simples, está localizado dentro da Cidade Murada.

Booking.com

Informações e Curiosidades

    • Construção: A antiga cidade de Rodes não apenas começou a ser construída em 407 a.C., como também foi projetada por Hipodamo de Mileto, o criador do planejamento urbano aplicado em muitas cidades gregas.
    • Domínio italiano: Rhodes bem como outras ilhas do Dodecaneso foram confiscadas pelos italianos em 1912. Neste período, não apenas as praças, edifícios e vias da cidade foram embelezados, como também foi restaurado o estilo puramente medieval do Palácio do Grão-Mestre e a Rua dos Cavaleiros.
    • Domínio Grego: Rodes tornou-se oficialmente parte da Grécia em 1948.
    • Patrimônio Mundial: A cidade medieval de Rodes foi listada como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1988.
    • Aluguel de Scooter: É necessário possuir habilitação para guiar motocicleta.

Reservas Parceiras:

Se você gosta de nosso conteúdo, marque-nos como um de seus favoritos e divulgue nossos textos nas redes sociais. Mas, sobretudo, faça suas reservas através de nosso site. Assim, você nos incentiva a continuar produzindo conteúdos de qualidade.