Trem na Europa: 6 motivos para viajar

A excelente malha ferroviária, o conforto e a praticidade faz com que o trem seja um ótimo meio de transporte entre cidades europeias. Mas ainda gera algumas dúvidas e inseguranças em viajantes que estão começando a planejar suas viagens. Assim, apresentamos 6 motivos para viajar de trem na Europa.

6 motivos para viajar de trem na Europa

  1. Fácil acesso: As estações costumam ser centrais e interligadas ao serviço de transporte público (metro, ônibus, tram).
  2. Tempo reduzido em deslocamento: Não é necessário chegar com muita antecedência como nas viagens aéreas. Posto que painéis eletrônicos (com o número e o destino final do trem) divulgam a plataforma 30 minutos antes do embarque. Por isso, fique atento ao número do seu trem.
  3. Bagagem: As empresas férreas costumam permitir duas malas (a maior dimensão não deve ultrapassar 85 cm, incluindo a rodinha) e uma bagagem de mão. Mas o passageiro é responsável por colocar sua própria bagagem no trem. Seja nos bagageiros superiores em todo o vagão, no espaço para bagagens atrás de cada assento ou na área de bagagens no final do vagão.
  4. Conforto: Mesmo as poltronas na 2a classe costumam ser confortáveis e espaçosas. Além disso, alguns trens também possuem vagão-restaurante.
  5. Preço: As companhias costumam abrir a venda de bilhetes com antecedência aproximada de 3 meses da data do embarque com descontos de até 50% no valor da tarifa.
  6. Belas paisagens: Se o trem utilizado não for de alta velocidade, você poderá ser surpreendido com belas paisagens.

Empresas de trem na Europa:

Listamos algumas empresas de trem na Europa. Os bilhetes podem ser adquiridos nos sites da companhias (que oferecem versão em inglês e/ ou espanhol):

Informações e curiosidades:

  • Reserva de Assento: A reserva de assento costuma ser um serviço a parte e, normalmente, não é obrigatório. No entanto, o passageiro sem a reserva de assento acaba tendo que mudar de lugar.
  • Vagão: Ao chegar na plataforma, verifique o posicionamento do vagão em que você vai embarcar e posicione-se próximo a essa marcação.
  • Conexão: Se você tiver que trocar de trem para chegar a um destino, deixe um mínimo de 30 minutos entre a chegada de um trem e a partida do outro. Afinal, você terá que desembarcar do trem em uma plataforma, informar-se no painel em que plataforma parte o outro trem, caminhar até ela, localizar seu vagão e embarcar. Tudo isso, acompanhado pela sua bagagem. Mas se necessitar mudar de estação,  estime o tempo necessário utilizando o maps.google.com e acrescente, pelo menos, mais 1 hora.
  • Fiscalização: Imprima seu bilhete (ou uma versão e-tiket) e guarde com você. Posto que durante a viagem fiscais irão solicitá-lo. A não apresentação não apenas gera multa, como também o desembarque na estação mais próxima.
  • Low Cost: As empresas Ouigo e IZY oferecem bilhetes de trem de baixo custo. No entanto possuem serviços e regras próprios, além de utilizarem estações mais distantes do centro.

Reservas Parceiras:

Se você gosta de nosso conteúdo, marque-nos como um de seus favoritos e divulgue nossos textos nas redes sociais. Mas, sobretudo, faça suas reservas através de nosso site. Assim, você nos incentiva a continuar produzindo conteúdos de qualidade.



Booking.com